Arquivo da categoria ‘Reflexão’

Fala Galera!!! Tudo bem???

Calma, Calma! Não se assustem. Um dos “4” irá esclarecer tudo para vocês, ok?

Enquanto isso vamos ao nosso primeiro papo: Você já sabe. É só clicar 😉 (mais…)

Anúncios

Bom Dia, Boa Tarde e Boa Noite, minha galerinha antenada.

Em meio a um dos dias mais frios do ano, em que eu poderia estar dormindo, tomando chocolate quente, vendo filme, comendo fondue ou namorando, venho aqui trocar uma idéia com meus queridos leitores. Viram, vocês são importantes.
-Ah, isso não te interessa?
(Argh)
-Ok, então vamos logo ao assunto desse artigo.

Muito se tem visto no Brasil nesses últimos meses a temática da homossexualidade circular pelos meios de comunicação e rodinhas de amigos. No entanto o tema só é lembrado na hora de dar opinião, criticar ou apoiar, além claro, das brincadeirinhas infinitas. Ir às raízes do assunto parece complexo demais para quem tem muitos realities shows para acompanhar.
Não estou aqui para criticar uma posição ou outra. Mas também não hesitarei em expor meu ponto de vista. O motivo de eu vir falar sobre isso é a necessidade de ser pensar esse assunto além do que é mostrado na televisão; é a necessidade de se pensar esse tema na seriedade que ele traz, pois envolve pessoas, envolve vidas.

O Brasileiro traz consigo o orgulho de ter sempre uma piadinha suja na ponta da língua. E esse, claro, é um dos temas preferidos. Mas quando o assunto é sério, as fugas são rápidas e desesperadas. Na real, quem já levou um papo sério sobre sexo com a família? Quando você começou a descobrir sua sexualidade e suas necessidades, foi fácil relevar seus medos e duvidas?

(mais…)

Bom Dia, Boa Tarde e Boa Noite, meu caro leitor.

É chegado mais um grande dia de vir aqui bater um papo com vocês. Hoje o assunto é sério e presente na vida de todos nós ciberconectados, os avanços tecnológicos. A criatura que insiste em dominar seu criador, o homem.

Ultimamente temos visto nossa coexistência sob o signo da ultra-velocidade, em um emaranhado de redes, satélites e fibras óticas. Vemos nossa vida passar em meio aos turbilhões de imagens, sons e dados que uma vez nos convencem de que somos privilegiados pela abundância, n´outra nos atordoa com a impressão de que jamais conseguiremos reter. Isso Porque tudo é perturbadoramente veloz e imediato, tudo se dilui e restabelece sem direito a intervalo. As informações mal chegaram, já estão de partida. A separação entre próximo e distante desaparece em uma “varredura eletrônica”. As tecnologias sedimentam um regime de temporalidade única, assentado na veiculação instantânea e transversal de informações que se generalizam sem correspondências cronológicas ou cartográficas. O que parece ter transformado a vida humana numa espécie de consequência, não permitindo a ela se separar das máquinas. Então, Começou-se a observar que apesar de durante toda a história da humanidade as descobertas terem surtido efeitos que podemos dizer que foram “progressistas”, nas últimas décadas surgiram alguns questionamentos a respeito desse progresso, principalmente o tecnológico. Somos privilegiados por transmissões convulsivas, mas não conseguimos reter tantos estímulos e ofertas, de que adianta?

Vivemos uma espécie de delírio espacial, no qual estamos cheios de surpresas, mas que em nenhum momento apresentam resultados. Vivemos apenas de um presente desigual, desumano e cada vez mais fragmentário, além de cada vez mais ultrapassado. E não seria isso regredir nos, ainda insuficientes, avanços?

(mais…)

Mãe, eu te amo!

Publicado: 08/05/2011 em Felipe Rangel, Mulher, Reflexão

E aí, galera! Agradeço a vocês os elogios nos textos, realmente fico feliz quando vejo que vocês estão curtindo o que eu escrevo a vós, até porque o meu objetivo é esse. Mas deixando de lado a babação de ovo, vamos ao que interessa.

Hoje é dia das mães, e como vocês devem imaginar é sobre isso que eu vou escrever, afinal, minha mãe e a sua mãe merecem essa homenagem. (mais…)

Olá, querido leitor!

Tudo certinho? =)

Hoje resolvi escrever um post que, além de fazer parte das séries de reflexão do blog, também se inclui naqueles das dicas de “como conquistar uma mulher”. O assunto é bem simples: sentimentos.

Já repararam como as pessoas ao nosso redor  conversam tanto sobre sentimentos? Também, não há pessoa alguma que não tenha passado por uma grande decepção amorosa na vida, não é mesmo? E a grande maioria das pessoas que se apaixonam, não são correspondidas, sofrem, depois se apaixonam por outras, num ciclo que não acaba mais de paixão, decepção, paixão, decepção….

Todos nós merecemos, sem dúvida, sair desse ciclo e encontrar um amor verdadeiro, mas só é possível dar esse passo se compreendermos o que nos mantinha ali. Só conseguimos superar um erro se compreendermos o que o causou.

Existem muitos motivos que levam alguém a se apaixonar e, consequentemente, se decepcionar. Um deles é o medo da solidão. Nosso medo de solidão nos leva a ver a pessoa certa em qualquer um que aparece, desde que tenha alguma característica (nem que seja UMA) que nos identifiquemos.  No final acabamos percebendo que não existia tanta sintonia assim e paramos de sonhar.

(mais…)

A vida!

Publicado: 03/05/2011 em Crônica, Felipe Araújo, Reflexão

E aí galera… beleza?

Bom dia! Boa tarde! Boa noite!

Mais um pensamento pra dividir com vcs….

Clique aqui embaixo…

(mais…)

Olá!

Primeiramente gostaria de pedir desculpas ao leitor por este post. Ele vai parecer um pouco nerd, sem graça e formal d+. Eu não tenho o costume de ser assim por aqui. Mas é que hoje – dia do trabalho – estou de luto. Os motivos vocês verão a seguir…

O “dia do trabalho” nasceu já faz mais de 120 anos, como uma homenagem aos chamados Mártires de Chicago, nos Estados Unidos, julgados e condenados à morte por liderar uma luta contra a exploração capitalista. Desde 1889, considerou-se que a melhor forma de expressar essa homenagem seria realizar todo ano, nesta data, um dia internacional de luta pelas reivindicações da classe operária. Naquela época, foi assumido como eixo central a luta para conquistar a jornada de 8 horas de trabalho.

Desde então, a burguesia tentou, primeiro, apagar a data da memória dos trabalhadores e, depois, como não obteve êxito, procurou tirar o seu conteúdo de luta e transformá-la em um inofensivo “dia de festa”. A partir da década de 1990, este objetivo acentuou-se com uma campanha ideológica que anunciava estrondosamente o triunfo do “capitalismo sobre o socialismo” e o fim da “luta de classes”.

(mais…)

E aí galera… beleza?

Bom dia! Boa tarde! Boa noite! 

Dando um tempinho no “Salada Mista!”, resolvi compartilhar aqui com vcs um breve pensamento…

Vamos a ele….

(mais…)

Bom Dia, Boa Tarde e Boa Noite, meus caros amigos leitores.

O Nós 4 volta ao seu normal após um dia de pausa devido os acontecimentos na cidade do Rio de Janeiro, que impossibilitaram o membro que vos escreve de vir aqui dividir essas simples e expressivas palavras.

Venho hoje lançar a série “Protesto”:  posts influenciados por acontecimentos e atitudes exóticas da sociedade, e que não me passam na garganta.

O cenário é de pessoas que se dizem cabeça aberta, livres da alienação imposta por meios de comunicação e formadores de opinião, e claro, conhecedoras dos seus direitos. No entanto…

Se meus protestos são em vão, eu não sei, mas são meus. E eu definitivamente não quero mais do mesmo a qualquer hora, em qualquer lugar.

Eu protesto contra…

(mais…)

Bom dia, boa tarde e boa noite, galera.

É chegado mais um dia de marcar presença por aqui, e que dia mais especial.  Sexta-Feira SANTA.

Isso mesmo, galera, venho hoje falar sobre um assunto importantíssimo, a nossa verdadeira Semana Santa.

Mais do que uma ótima época para descansar, ou período de trocar chocolates, a Semana Santa é um momento de reflexão, de percepção de nossos valores, de olharmos para nossas vidas, nossas ações.

Galera, a Páscoa significa “passagem da morte para a vida”. Isso quer dizer que Jesus ressuscitou para nos dar a vida. A Semana Santa é muito importante para nós que acreditamos em Jesus. O mais importante da Páscoa não é ganhar ovos de chocolate, mas saber que Jesus morreu na Cruz para nos salvar.

A Encarnação, Vida, Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo, o Filho de Deus feito homem, é o maior acontecimento da história da humanidade. Nada neste mundo supera a grandiosidade desse acontecimento. Nele podemos perceber nossa importância perante Deus. Ele, humanizado, morreu por nós. O que mais poderíamos exigir do Senhor para demonstrar a nós o seu amor? Sem isso, qual seria o futuro da humanidade? Haveria futuro?

Por quê? Porque o homem pecou e peca desde os nossos primeiros antepassados; e o pecado é uma ofensa grave a Deus, uma desobediência que rompe nossa comunhão com Ele. Mas Deus, em sua infinita bondade, pensando no futuro da nação, tomou a iniciativa, e cumpriu sua missão.

(mais…)