Mexidão

Publicado: 30/04/2011 em Educação, Esporte, Felipe Rangel, Meio ambiente/Ecologia

Faaaaala, galerinha. Hoje vamos conversar sobre mais de um assunto, resultando num mexidão caprichado. Os passos para o “mexidão do Rangel” serão os seguintes:
1º Passo: Vamos dar uma passadinha num tema que eu acho interessante e de grande discussão, pincelando sobre camada de ozônio, efeito estufa e aquecimento global.

2º Passo: Para dar a liga sobre o tema dos problemas ambientais, a gente troca uma idéia sobre o gado. Sim, é gado mesmo. Vale a pena conferir essa curiosidade.

3º Passo: Como não pode faltar nas minhas postagens, tenho que dar uma comentada sobre esportes.

Resultado: Discussão saudável com vocês e um pouco daquela zoação de sempre, e curiosidades que tenho a lhes passar.

Então, vamos nessa. Clica aqui do lado que você vai acompanhar tudo >>

  Pra gente ter uma base pra construirmos informações vou deixar tudo explicado aqui.
Camada de Ozônio: a Terra é revestida por um gás chamado ozônio, que tem como função filtrar os raios ultravioleta que são mandados pelo Sol, sem essa camada não haveria vida terrestre, já deu pra ver o quão importante é essa camada né!?
Efeito estufa e aquecimento global: O efeito estufa é um acontecimento normal que a Terra faz pra manter o aquecimento global, sem ele seria impossível a vida aqui. Então qual o problema do tal efeito estufa? Com o lançamento de diversos gases na atmosfera em quantidade absurda, as plantas não conseguem fazer uma filtração tão grande e eficaz, o que faz o planeta ficar ainda mais quente, pois esses gases formam um “paredão” e não deixam a radiação solar sair da atmosfera.

É amigos, o assunto é sério e quem pode mudar isso é a gente!

Com o tal buraco na camada de ozônio e aumentando consequentemente o efeito estufa e o  aquecimento global, quais seriam os problemas causados? Câncer de pele é uma consequência que a cada ano é ainda maior,
você já reparou que antigamente não existia esse lance desse câncer? É, a gente estava mais protegido, a tendência é só piorar. E para o planeta o que pega bastante é o aumento no número de terremotos, tsunamis e outros fenômenos da natureza.
Os principais gases que são lançados nessa tal camada são os seguintes: Dióxido de carbono, metano, os clorofluorcarbonetos (CFCs) e os óxidos de nitrogênio.

Agora você que ficou curioso pra saber o por que do gado bovino entrar nessa história, lhe explico: O nitrogênio existente nos resíduos animais é fonte importante do óxido nitroso, e não para por aí. A pecuária também é responsável por uma das maiores fontes de emissão de gás metano.O metano é formado durante a digestão de ruminantes (bovinos, caprinos, ovinos e outros), esses fazem fermentação durante todo o processo digestivo, sendo o metano um subproduto deste processo, e vai ser  liberado para a atmosfera através da flatulência e eructação dos animais, resumindo: peido e arroto, depois o suíno que é o porco… Peguei uns dados no site da  Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária): “Em média, estima-se que 6% de todo o alimento consumido pelo gado no mundo seja convertido em gás metano. O metano é 24 vezes mais potente do que o dióxido de carbono para causar aquecimentos atmosféricos, contribuindo com 15% do total do aquecimento global.”
Está explicado o porque do boi fazer parte desse processo? O rebanho mundial de bovinos é hoje estimado em mais de 1 bilhão de cabeças.

“O Brasil possui o maior rebanho bovino comercial do mundo. De acordo com o Inventário Nacional das Emissões de Gases de Efeito Estufa provenientes de Atividades Agrícolas, realizado desde 1996 pela Embrapa Meio Ambiente, 96% do metano produzido na agricultura do país provém da pecuária bovina de corte e de leite. Outros animais como bubalinos, muares, caprinos, asininos, eqüinos e suínos são responsáveis pelos 4% restantes das emissões de metano. Cerca de 68% da pecuária nacional é representada por bovinos (87% correspondendo aos bovinos de corte e 13% aos bovinos de leite). Estimou-se que as emissões de metano pela pecuária brasileira em 1995 fora de cerca de 9,2 milhões de toneladas de CH4, considerando-se os efetivos de bovinos (160 milhões de animais) e a produção de dejetos animais à época.”

Agora quero saber o que vocês pensam a respeito disso, eu particularmente acho que há um exagero em relatórios feitos por pesquisadores, lógico que há contribuição do rebanho bovino na emissão de gases, mas não acredito que seja tanto, e você, o que pensa? Essa não vai ser uma discussão nossa, na verdade é uma briga sem fim, produtores vs ecologistas, que o planeta seja ajudado!

ESPORTES

E chegamos no finalzinho do post, futebol é o assunto da vez. Na quarta feira pudemos acompanhar mais um jogaço entre o Barcelona e o Real Madrid, e destaco aqui o gol genial do argentino Messi (se fosse brasileiro eu ia ser muito fã, mas nasceu no pior país do mundo), terça tem o jogo de volta, tem tudo pra ser um jogão, com emoção e nervosismo de sobra!

E já que estamos falando de Barcelona vou falar de um outro timaço, o Flamengo! Esse time na quarta pegou o tal Horizonte e acabou com a desconfiança e meteu um 3xo nos cearenses, com direito a um golaço do Messi rubro-negro, o guerreiro Willians, o cara arrancou do meio campo e driblou dois zagueiros, deu um toque e tirou o goleiro, só não entrou com bola e tudo porque teve humildade em gol! Falaram que o significado do “www” aqui na sua barra de endereços é: Willians! Willians! Willians!
Agora é esperar domingo o jogo contra o sempre freguês Vasco da Gama e comemorar mais um Carioca pra nação mais linda do mundo. Te cuida, bacalhau, você já está de molho. E eu? Bom, eu continuo sem freio, FUI!

Felipe Rangel.

Anúncios
comentários
  1. Leticia disse:

    “Te cuida, bacalhau, você já está de molho. E eu? Bom, eu continuo sem freio, FUI!”
    hahahaha boa

  2. Thamiinha disse:

    HAHAHAHAHA “E eu? Bom, eu continuo sem freio”
    Preciso dizer mais nada !

    Excelente post, querido.
    ;*

  3. Queren disse:

    Te cuida, bacalhau, você já está de molho. E eu? Bom, eu continuo sem freio, FUI! [2]
    Boa hahahaha

  4. Nayla disse:

    Realmente interessante o post, confesso que não fazia ideia da culpa das vaquinhas.. rsrs
    Com relação a seção de esportes prefiro nem me meter, não sou vascaína nem flamenguista então deixa quieto..
    Show de bola o blog, estão de parabéns!!

    • Nós4 disse:

      Pois é, é uma informação pouco divulgada. Até porque é uma parada essencial pra gente, carne, leite… Obrigado, o Nós 4 faz de tudo pra mandar textos interessantes pra galera!

  5. Diana Rozza disse:

    Um post realmente bom. Adorei a ideia de falar com uma liguangem mais simples do problema da camada de Ozônio e aquecimento global. Geralmente a gente encontra na net a mesma discussão mas com uma linguagem exageradamente técnica. O que faz essa informação inacessível para a grande maioria, infelizmente. Aliás, o problema só pode mesmo ser enfrentado com a concientização da massa. Que são justamente os, geralmente, excluídos dessa informação. É claro que é difícil reduzir o número de “puns” das vacas. Mas podemos reduzir a emissão desse e de outros gases por outros meios. Como a putrefação ao ar livre do lixo, ou a emissão de CO2 dos carros e etc. Bem é isso. Foi realmente uma bela abordagem do tema. P.s.: Aaah, e quanto a provacadinha no vasco no final, sempre bom, né.

    • Nós4 disse:

      Obrigado, amor! Bom, realmente a gente encontra textos muitos complexos sobre isso, que na verdade sendo simplificado todo mundo tem capacidade de entender fácil como funciona o processo todo, o uso da linguagem técnica é importante? É sim, mas com quem sabe do assunto, aí vc pode usar e abusar da técnica, agora pra grande maioria da população o assunto deveria ser muito mais simplificado, é mais fácil de conscientizar a população, facilitando na ajuda ao planeta,a nós mesmos… Bom, e a provocadinha no vasco, isso é comigo, né? hahahaha

      • Diana Rozza disse:

        Pois é, descobrir e discutir soluções é uma parte importantíssima do processo científico. Mas, fazer com que essa informação chegue a grande massa é também uma parte importante e, infelizmente, muitas vezes negligenciada por alguns projetos de “cientistazinhos” preocupados com muita teoria e pouca prática.

        • Nós4 disse:

          Exatamente isso!! Queria alguém pra discutir uns temas desse nível, acho importante expor as opiniões. O problema é que quem se acha a elite nesses projetos ignoram totalmente a população, a que deveria ser a principal solução não é nem informada… Fica difícil você resolver problemas se não é passado tudo certo, a maioria da população quer ajudar, com certeza quer. Mas falta aquela vontade da “gente grande” passar mais conhecimento…

          • Diana Rozza disse:

            Exatamente! O que acontece é que essas pessoas que são excluídas não se sentem parte do problema e nem da solução. Seguem sem informação, nem se quer sabem que estão sendo afetadas. Ficam alheios a tudo. Não estou dizendo que eles não sabem que aquecimento global existe, isso está na mídia e estar na mídia é estar na massa. Mas sem a informação passada de forma correta, eles não tomam noção da gravidade do problema.

            • Nós4 disse:

              Agora você falou tudo! Saber a grande maioria sabe do problema do aquecimento global, mas é aquilo, é uma parada bem superficial. Não é passado a gigante importância com que isso deveria ser tratado. E como eu disse aí no texto, cara a “brincadeira’ é séria demais, o dia que for feito realmente um projeto pra população ficar ciente de tudo, acredito que melhore. O poovo não é tão ignorante como a galera quer que seja, de verdade eu acredito que possa haver mudança nos hábitos e costumes da sociedade.

  6. Diana Rozza disse:

    Eu também acredito. E sei que um passo é dado quando um texto, como esse seu, é disponibilizado pras pessoas na internet. Sei que é pouco, mas cada bom passo, faz um bom caminho.

    • Nós4 disse:

      Obrigado querida! É sempre bom conversar com você, sobre qualquer tema, e hoje foi um de grande importância. Fico feliz em ver que você gostou do texto