‘MORTE’

Publicado: 12/09/2009 em Crônica, Felipe Araújo, Reflexão

Por Felipe Araujo

Hoje uma triste dúvida caiu como uma pedrada dolorida em minha cabeça e em meu coração…

Para que serve a morte na vida do homem? O que é a morte?

Comecei a pensar nesse assunto após receber a notícia do falecimento de um amigo… Que muito ajudou a Igreja a que pertenço…

Por isso hoje abordaremos esse tema..polêmico e triste para muitos que é a morte!

 

Vamos imaginá-la como uma passagem, ou seja, uma transposição pra um outro mundo, um outro lugar….

Ela surge sorrateiramente… não te avisa… não faz alarde..

Simplesmente vem e te leva com ela…

O que nós podemos fazer para evitá-la??

NADA…

Todos nós morreremos…

Somos todos iguais nesse sentido…

Viemos do pó e ao pó voltaremos…isso é constatação…

E o que seria a morte na vida do homem???

Eu ousaria dizer que é tudo….

É para morrer que viemos ao mundo….

É para ela que caminhamos…

É dela que nos aproximamos a cada dia…

Se não é , entao explique-me porque todos.. eu disse TODOS… morremos?

Sei que é meio negativo esse pensamento, mas é que não encaro a morte como coisa negativa…

A morte é um presente… uma dádiva….

É por meio dela que alcançaremos vôos maiores…

Se fizermos por merecer, por meio dela, chegaremos ao Paraíso de Deus!

Nunca tive problema para falar desse assunto…

Em minha casa, eu e minha mãe sempre conversamos sobre isso…

Acho que muito dessa base vem de minha formação religiosa…

Por isso entendo que cada um pensa de maneira diferente…

Mas uma coisa não podemos negar… um dia todos passaremos por isso…

Independente de raça, classe social, religião….

Todos sofreremos essa experiência….

Eu prefiro aceitar bem essa realidade.. sei que não ficarei aqui para sempre,
por isso vivo cada dia como se fosse o último…afinal, cada dia é um presente de Deus…

Cada manhã que despertamos… abrimos nossos olhos… caminhamos… respiramos.. falamos… Tudo isso é milagre.. tudo isso é dom de Deus…mas esse é assunto para outro post…

E ai? Qual seu pensamento?



Texto dedicado a um grande amigo.. ao Luiz Gonzaga… ou melhor… ao peixeiro… que tinha tanto orgulho de sua profissão que a tomou por nome… um homem honrado, que viveu para Deus e para o trabalho…

Descanse em paz!!

Anúncios
comentários
  1. Nayla disse:

    A morte frequentemente nos avisa, suavizamos sua percepção com a vida. Às vezes faz alarde, quando reconhecemos ser a única vida aquela que vivemos no presente. Não morreremos, se já nascemos e crescemos com células morrendo, participando de transformações e qualquer pensamento negativo em relação a esse tema é consequência de uma cultura de pensar.
    Gradualmente, vamos aprendendo a aprender por conta do desenvolvimento da mente através de nossa escolha mais saudável, pontual, consonante à espiritualidade divina que nos criou.
    Um grande abraço.
    Aguardamos seus posts.

  2. Nós4 disse:

    Não consigo tratar a Morte com tanta tranquilidade, por mais que tenha tido toda uma formação religiosa, conheça algumas coisas que fariam a suavizar, mas simplesmente não dá.
    Não grilo em relação a minha morte e tal e sei também que ela é destino de todos nós e não castigo, mas ainda assim toda vez que acontece alguma morte ao meu redor muda meu pensamento, meu ânimo, sei lá…não sei explicar, apenas acontece.
    Peço a Deus que um dia me tranquilize e me ensine a lidar um pouco mais com isso.
    E quanto a ti meu amigo, força e fé, reze para que seu amigo tenha chegado bem ao lado do Senhor.

    ThiagOrnelas

  3. A aceitação da morte vai muito além de religião. Muitos católicos temem a morte, muitos kardecistas a temem tbm. Isso varia de indivíduo para indíviduo. No fundo acredito que o que nós tememos não é a morte em si, e sim o desconhecido. É não saber o que acontecerá quando ela chegar.
    A partir daí, começam os dilemas: Céu/ Inferno – Deus/Diabo – Virtude/Pecado. O ser humano necessita de algo ou Alguém que lhe dê o apoio, a força para continuar.
    “É para morrer que viemos ao mundo….” Se fosse apenas pra isso, qual seria o sentido da vida??? Acredito que cada um tem uma missão especial aqui neste mundo. E só partimos dele quando completamos tal missão. O que vem depois disso? Só mesmo morrendo para descobrirmos.

  4. Nayla disse:

    Procurar entendê-la não significa que vamos estar tranquilos quando ela torna invisível um ente querido. Lamentamos o que alma se nega a nos revelar, mas percebemos a dor de uma história que não continua do jeito que gostaríamos. Aí, pode estar nossa resistência de evolução, referente a nossas escolhas que põe à mostra nossa imaturidade humana que posterga espiritualização. O tempo é de cada um e sempre condicionado ao que decidimos fazer de nossas vidas.

  5. Daru disse:

    A morte é uma consequencia da vida. Nós vivemos não para chegar a ela, mas sim para quando chegarmos a ela estejamos felizes.

    Não sei se isso é tão importante, não creio em vida após a morte e nem em nenhum “paraíso”, simplesmente apodrecemos, esse é o sentido, em vida somos corpos com pensamentos, não levaremos nada, precisamos deixar teorias para que um segundo antes da morte possamos imaginar como será dali a dois. Eu pretendo dar um sorriso e lembrar de minha família, da que nasci portador e da que irei adquirir.

    Não vejo um milagre na vida, se considerarmos o universo como infinito, a vida seria algo inevitável, na minha opinião. Talvez tu pense em algo alegre porque tens medo, eu não, vivo a vida com meus questionamentos, quando morrer saberei a verdade, se bem que para isso tenho uma outra teoria, acho que o tempo para um instante de tempo antes de nossa morte, para que nosso cérebro possa idealizar o local para onde “iremos”, logo tudo é imaginação.

    Acho melhor não me prolongar, isso é só um comentário.

    Abraço, belo post.

  6. A morte é, como diz o ditado, a unica certeza da vida!!! no entanto, é a coisa com que eu menos consigo conviver!!!!!!!!

  7. Primeiramente meus pesames ai pra ti, pelo seu amigo.
    as vezes eu também fico imaginando sobre as razões e os porques da vida, qual o propósito de tudo, da vida, o que há além da morte.
    É tão estranho imaginar sobre tudo isso.

  8. A morte é única certeza, o único destino comum a todas as criaturas. Ela não “serve” pra nada,ela É . Podemos sim lutar contra ela, tentar viver até o ultimo instante, Isso sim torna a vida valiosa.

    A morte serve ao mundo , ao universo,permitindo que as coisas mudem, sejam dinâmicas e continuem a evoluir.